ASBIN reúne-se com diretor-geral Alexandre Ramagem

[]

O diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, recebeu o diretor Social da ASBIN, Lincoln Pompeu, acompanhado do assessor da Presidência da Associação, Edson Lima. O encontro ocorreu em 31/3, em Brasília, para tratar de assuntos de interesse da carreira, que envolvem medidas emergenciais que impactam o funcionalismo.

Na oportunidade, foi abordada a necessidade da manutenção dos salários dos servidores da Inteligência, sendo rechaçada qualquer medida futura de corte salarial. Discutiu-se ainda as perdas de remuneração decorrentes da inflação e a necessidade de se construir estratégias para a recomposição salarial.

Outra questão relevante, que a ASBIN tem pautado há anos junto à Direção Geral da Abin, é a importância da constitucionalização da Atividade de Inteligência, que não ocorreu até hoje, para, inclusive, que seja reconhecida como carreira típica de Estado.

Ainda na reunião, foram discutidos os seguintes assuntos: Prorrogação da vigência do último concurso público para aproveitamento dos excedentes; Pacificação do entendimento/enquadramento das carreiras técnicas de Inteligência (ATI e OTI) como atividade fim; e Necessidade de apoio da Direção da Agência para o engajamento efetivo dos servidores nas atividades associativas em prol da Instituição.

Ramagem mostrou-se empático às causas apresentadas. Ele afirmou que se dedicará aos assuntos discutidos e que conta com o auxílio da ASBIN e das entidades que estão na luta pela constitucionalização da carreira.

Também estiveram presentes na reunião representantes da Associação Nacional dos Oficiais de Inteligência (AOFI) e da Assessoria de Relações Institucionais e Comunicação (Aric).