ASBIN e Abin debatem isenção do imposto de importação de armas para servidores

Foto: Abin

[]

  1. A ASBIN foi recebida na sexta-feira (26/6) pelo diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, e pelo diretor-adjunto, Frank Márcio, para encaminhar demandas de interesse dos servidores da instituição.

O principal tema abordado foi a isenção do imposto de importação de armas para os servidores da Agência Brasileira de Inteligência, que possuam porte arma. Os representantes da Associação relataram que essa isenção tem sido uma demanda recorrente dos nossos profissionais de Inteligência.

Em resposta a essa questão, o diretor Ramagem se prontificou a apoiar esse pleito, e levantar os encaminhamentos cabíveis para tal, de forma oportuna.

Na ocasião, a ASBIN aproveitou para retomar o debate sobre a seguinte pauta: apoio às famílias de servidores falecidos, durante o período de velório; atualização sobre a convocação dos excedentes; enquadramento do grupo informações e apoio; auxílio aos servidores lotados em região de fronteira; e proposição de ação amicus curiae junto ao processo acerca de intercâmbio de dados entre Abin e Serpro.

Em todos os pontos elencados, o diretor Ramagem se mostrou empático e interessado. Sobre a ação amicus curiae, considerou interessante a iniciativa e ponderou o risco de exposição da Agência, sem desconsiderar a importância da intervenção, desde que seja bem coordenada e sinérgica.

Por sua vez, quanto ao processo para viabilizar a convocação dos excedentes do último concurso público para o órgão, o diretor-geral destacou que o mesmo está ativo, e há real interesse em relação ao ingresso de novos servidores.

Também estiveram presentes na reunião a chefe de Gabinete e representante da Assessoria de Relações Institucionais e Comunicação.