Prazo para declaração de Imposto de Renda termina em junho

Foto: Reprodução

[]

Os contribuinte tem até o dia 30 de junho para realizar a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Neste ano, o prazo, que terminaria em 30 de abril, foi estendido pela Receita Federal do Brasil devido à pandemia global de Covid-19. Portanto, ainda há tempo e é importante que o cidadão não deixe para a última hora e evite problemas.

Mesmo com o prazo estendido, cerca de 14 milhões de contribuintes ainda não realizaram a entrega da declaração. Até o momento, segundo a RFB, foram recebidas pelo órgão cerca de 17,6 milhões de declarações, aproximadamente 55% do esperado, que é de 32 milhões em 2020.

A multa para os contribuintes que não entregarem o documento até o prazo final é de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo da penalidade é de 20% do imposto devido.

O vencimento das cotas foi estendido também. Para a cota única, ou a primeira delas, o prazo é 30 de junho de 2020, as outras deverão ser pagas no último dia útil dos meses seguintes.

Quem deve declarar?

São obrigados a declarar os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70 no ano de 2019. Este é o mesmo valor da declaração do ano passado.

Também devem declarar os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados, cuja soma seja superior a R$ 40 mil no ano anterior. Quem teve em 2019 a receita bruta em valor superior a R$142.798,50 em atividade rural também deve declarar.

Para baixar o programa do IRPF, basta acessar o site: www.receita.economia.gov.br.